Parceria é o melhor caminho para reduzir acidentes em rodovias, diz Cardozo

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, propôs nesta quarta-feira (18) firmar parcerias com os Estados e municípios, em uma integração federativa, para reduzir o número de acidentes e mortes no trânsito. O  exemplo a ser seguido é da operação integrada Rodovida, na qual são executadas ações simultâneas e conjuntas em locais e horários pré-definidos.

“Nos últimos quatro anos, registramos a redução de 20% dos acidentes e 22% de mortes nas rodovias federais. Foram mais de 5,5 mil vidas poupadas somente em rodovias federais”, pontuou.

A Rodovida é um grande esforço governamental envolvendo a União, estados e municípios com o objetivo de reduzir os acidentes e as mortes no trânsito. A ação aumenta a presença e a disponibilidade dos órgãos públicos nas rodovias proporcionando segurança, conforto e fluidez.

A integração entre Casa Civil, ministérios da Justiça, Saúde, Cidades, Transportes e os órgãos estaduais e municipais é uma das ações que contribuem para que o Brasil alcance a meta imposta pela Organização das Nações Unidas (ONU) para a Década Mundial da Segurança Viária: reduzir em 50% o número de mortos em decorrência de acidentes de trânsito.

O planejamento da operação leva em consideração estudos estatísticos para direcionar as ações de prevenção, fiscalização, socorro às vítimas de acidentes e as campanhas educativas.

O ministro explicou que três fatores foram fundamentais para que os índices de acidentes, que vinham em uma curva ascendente, caíssem: a técnica de policiamento; a integração entre as polícias e a mudança na legislação.

Cardozo destacou, ainda, a participação da imprensa na divulgação das operações, o que chamou de “conscientização social”. “É esse caminho que queremos trilhar. A integração federativa para atingirmos as metas, seja na redução dos acidentes, seja nas mortes no trânsito”, afirmou.

Conferência

A 2ª Conferência Global de Alto Nível sobre Segurança no Trânsito (Road Safety Brazil) tem entre seus objetivos avaliar o andamento das iniciativas para redução das mortes e lesões ocorridas no trânsito em todo o mundo em meio à Década de Ação para a Segurança no Trânsito 2011-2020.

Fonte: Ministério da Justiça