• Home »
  • ANTT »
  • Guarulhos recebe autorização da ANTT para implantar viaduto de transposição da Via Dutra para implantar Corredor de ônibus da avenida Santos Dumont

Guarulhos recebe autorização da ANTT para implantar viaduto de transposição da Via Dutra para implantar Corredor de ônibus da avenida Santos Dumont

Prefeitura deverá concluir a obra no prazo de 7 meses após a assinatura do Contrato de Permissão Especial de Uso com a Concessionária Nova Dutra

O Superintendente de Exploração da Infraestrutura Rodoviária da Agência Nacional de Transportes Terrestres – ANTT, autorizou a implantação de viaduto de transposição, no km 216+900 da Rodovia Presidente Dutra, sob concessão à Nova Dutra, para implantação do corredor de ônibus da avenida Santos Dumont, em Cumbica, no município de Guarulhos, Região Metropolitana de São Paulo.

A obra, de interesse da Prefeitura da cidade, depende deste viaduto para concluir o trecho denominado binário, que consiste em transformar vias paralelas e próximas, de mão dupla, em vias de sentido único.

A Prefeitura, por meio da Secretaria de Obras, promove o recapeamento da avenida Santos Dumont como parte da implantação do corredor de ônibus, cuja intenção é aumentar a velocidade média dos coletivos, reduzindo o tempo gasto pelos usuários do sistema. Com 5,7 km de extensão, incluindo as pistas nos dois sentidos, a obra beneficiará mais de 90 mil passageiros das 11 linhas municipais e 15 intermunicipais que trafegam diariamente pelo local. Relembre: Prefeitura de Guarulhos promete entrega do Corredor Santos Dumont para até abril de 2020

O corredor tem início na avenida Guinle e vai até a rua Cariri Açu.

São seis estações de embarque, retorno na altura da rua Justino de Maio, um viaduto de estrutura metálica sobre a rodovia Presidente Dutra e uma ciclovia de 2,5 km entre as pistas.

Para implantar o viaduto de transposição sobre a Via Dutra, a Portaria da ANTT determinou que a prefeitura, antes de iniciar a obra, deverá assinar Contrato de Permissão Especial de Uso – CPEU com a Nova Dutra, concessionária da rodovia, que deverá ainda aprovar o projeto.

Caberá à Nova Dutra acompanhar e fiscalizar a execução do projeto “e manter atualizado o cadastro das instalações, atentando para o cumprimento dos parâmetros contratuais e à segurança dos usuários, sujeitando-se às penalidades cabíveis”.

A Prefeitura de Guarulhos deverá concluir a obra no prazo de 7 meses após a assinatura do Contrato de Permissão.

Ainda de acordo com a ANTT, a implantação e conservação da obra deverá observar as medidas de segurança recomendadas pela Nova Dutra, e a prefeitura se responsabilizará por danos ou interferências com redes não cadastradas, além de preservar “a integridade de todos os elementos constituintes da Rodovia”.

A Prefeitura deverá arcar ainda com todo o ônus relativo à implantação, à manutenção e ao eventual remanejamento das instalações, devendo se responsabilizar por eventuais impactos ou problemas decorrentes que venham a afetar a Rodovia Dutra.

Por fim, a autorização concedida tem caráter precário, e pode ser revogada, anulada ou cassada a qualquer tempo, “de acordo com critérios de conveniência da ANTT”.

GRU_01

Pela proposta da gestão do prefeito Gustavo Henric Costa, em 2020 Guarulhos terá três corredores de ônibus: nas avenidas Monteiro Lobato e Papa João Paulo I, que estão em licitação, e o corredor da avenida Santos Dumont.

Os dois primeiros corredores, após o TCE ter suspendido a licitação em dezembro de 2019 ao acatar representação da empresa IPK Engenharia Ltda contra pontos do edital, serão finalmente licitados em junho deste ano, como mostrou o Diário do Transporte. Relembre: Guarulhos remarca para início de junho licitação para dois corredores de ônibus