• Home »
  • Notícias »
  • Mais de 550 quilômetros de asfalto são concluídos em rodovias de Mato Grosso

Mais de 550 quilômetros de asfalto são concluídos em rodovias de Mato Grosso

Agro Olhar

Um balanço divulgado nesta terça-feira, 8, apontou a conclusão de 554 quilômetros de asfalto pelas rodovias de Mato Grosso, segundo assessoria do Governo do Estado. Deste total, foram construídos (pavimentados) 375,9 quilômetros de estradas novas. As ações visam reduzir o gargalo logístico que existente no Estado, que atualmente ocupa o último lugar no ranking nacional da Confederação Nacional dos Transportes (CNT). Mato Grosso possui atualmente 5.961,2 km de estradas estaduais pavimentadas e 22.553,4 km de rodovias não pavimentadas.

A rodovia MT-220, por exemplo, ganhou 39 km de asfalto interligando importantes cidades da região Norte, como Sinop (477 km de Cuiabá), Tabaporã, (675 km de Cuiabá), Porto dos Gaúchos, (604 km de Cuiabá), Juara (634 km de Cuiabá), e outros. Também foram reconstruídos 178,1 quilômetros de asfalto antigo que estava deteriorado pela falta de manutenção em anos anteriores.

Importante eixo estruturante de Mato Grosso, a rodovia MT-130 localizada entre Primavera do Leste e Paranatinga também foi reconstruída atendendo a antiga reivindicação dos moradores da região. Até o momento, foram reconstruídos mais de 37 km dos trechos considerados mais críticos.

O programa Pró-Estradas/Vale do Rio Cuiabá, que abrange a Capital e outros 12 municípios do entorno, onde vivem um terço da população de Mato Grosso, também teve suas primeiras obras entregues. Um dos trechos revitalizados é da Rodovia Emanuel Pinheiro (MT-251) entre o trevo que dá acesso ao Lago de Manso e Balneário Mutuca, que recebeu asfalto de sete centímetros de espessura, pista com nove metros de largura incluindo a faixa de segurança.

Além disso, foram entregues outras quatro pontes mistas (concreto e aço) construídas na Rodovia Transpantaneira (MT-060), porta de entrada ao Pantanal de Mato Grosso no município de Poconé. Outras pontes serão entregues ao longo de 2016. Ao todo serão quatro obras de duplicação, 12 de construção (pavimentação), 11 de reconstrução do asfalto deteriorado e 39 obras de arte especiais (que são pontes de concreto, viadutos e trincheiras).

Serão beneficiados diretamente os seguintes municípios: Cuiabá, Várzea Grande, Chapada dos Guimarães, Santo Antônio de Leverger, Poconé, Barão de Melgaço, Rosário Oeste, Nobres, Nossa Senhora do Livramento, Acorizal, Jangada, Nova Brasilândia e Planalto da Serra. Os recursos do pacote de obras são oriundos do Fethab, Cide, BNDES/Pró-Turismo, DNIT e Banco do Brasil.

A região metropolitana de Cuiabá recebeu uma atenção especial da atual administração. Após muitos anúncios, o Governo de Mato Grosso finalmente deu início às obras de duplicação da rodovia Emanuel Pinheiro no trecho entre o entroncamento com a MT-010 (Atacadão) e o trevo de acesso ao bairro Jardim Vitória (Fundação Bradesco).

De acordo com a Sinfra, as intervenções feitas logo nos primeiros meses da atual gestão foram avaliadas como prioridades no Estado. O motivo se dá pela grande quantidade de tráfego e escoamento, além do aprimoramento do acesso entre as regiões.

“A meta é melhorar as condições de trafegabilidade das rodovias, garantindo o escoamento da safra agrícola do nosso Estado, que é o maior produtor de grãos do Mundo, e uma viagem mais segura aos mato-grossenses que por elas dirigem. Além disso, irá assegurar para a população o acesso a serviços, pois por uma estrada de maior qualidade passa com mais facilidade a ambulância, o carro da polícia e ônibus escolar”, enfatizou o secretário da Sinfra, Marcelo Duarte.

“Todas as obras concluídas passaram por rigoroso controle de qualidade feito pelo nosso novo laboratório, que avalia antes, durante e depois as obras que executamos. Isso garante a durabilidade do trabalho, para que o cidadão possa trafegar tranquilamente pelas estradas de Mato Grosso com a segurança de que seu dinheiro foi bem investido”, disse o secretário.