Novos pedágios começam a ser cobrados em cinco praças gaúchas

A cobrança de pedágio em cinco novas praças administradas pela CCR ViaSul está funcionando desde a meia-noite deste domingo, nas estradas BR-101 (em Três Cachoeiras) e BR-386 (entre Canoas e Carazinho). Com isso, as estradas gaúchas passam a ter sete pontos de pedágios administradas pela CCR (sendo outros dois na Freeway). A tarifa é de R$ 4,40 para veículos leves, nos dois sentidos. Os novos postos ficam em Victor Graeff (km 204,4), Fontoura Xavier (km 262,7), Paverama (km 375,8) e em Montenegro (km 426), na BR-386; e no km 35,2 de Três Cachoeiras (BR 101).De acordo com a empresa, o trânsito fluiu normalmente e desde até às 16h deste domingo o movimento maior ficou por conta do retorno do Litoral. Aproximadamente 10 mil veículos passaram pelas cancelas de Três Cachoeiras (km 35,2 da BR-101) no sentido de Porto Alegre. Nas demais praças, o fluxo leve de carros e caminhões e o apoio da polícia federal estão contribuindo para que o movimento ocorra com tranquilidade em ambas as direções, com poucas filas nas cabines. Até o meio da tarde de domingo, não havia registro de usuários desavisados da operação.Atuando nas estradas gaúchas há um ano, com direito de operar em sete praças, a concessionária iniciou a cobrança de pedágios e serviços de atendimento aos usuários nos postos de Gravataí e Santo Antônio da Patrulha na BR-290 (Freeway) em 15 fevereiro de 2019. Em agosto, passou a oferecer os serviços de atendimento nas demais rodovias, em todo trecho concedido, sendo que ali a cobrança da tarifa iniciou neste domingo, após 10 dias de divulgação via folders distribuídos nas estradas e regime de operação branca (na qual os motoristas são informados sobre as novas tarifas ao passar pelas cancelas).O contrato de concessão não prevê isenção de tarifa, exceto para veículos oficiais, próprios ou contratados de prestadores de serviço, da União, dos estados, dos municípios e do Distrito Federal, seus respectivos órgãos, departamentos, autarquias ou fundações públicas, bem como os veículos de Corpo Diplomático. Além disso, para os comerciais, o eixo suspenso só é isento para veículos vazios.De acordo com a empresa, usuários podem optar pela passagem eletrônica, através de contrato com uma das cinco operadoras prestadoras deste serviço (Veloe, ConectCar, Sem Parar, Move Mais e C6 Taggy). Neste caso, os motoristas dos veículos passam a utilizar as pistas de passagem automática, evitando filas e sem precisar desembolsar dinheiro na hora.

Estrutura das novas praças

BR 101

  • Três Cachoeiras: 12 pistas – 2 automáticas, 2 manuais, 6 mistas e 6 bidirecionais

BR 386

  • Victor Graeff: 5 pistas – 2 automáticas, 2 mistas e 1 bidirecional
  • Fontoura Xavier: 8 pistas – 2 automáticas, 2 mistas e 4 bidirecionais
  • Paverama: 10 pistas – 2 automáticas, 2 manuais, 2 mistas e 4 bidirecionais
  • Montenegro: 14 pistas – 2 automáticas, 4 manuais, 4 mistas e 4 bidirecionais
{'nm_midia_inter_thumb1':'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2020/02/09/206x137/1_kjasnajdnas-8976456.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5e407b0cb7352', 'cd_midia':8976456, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2020/02/09/kjasnajdnas-8976456.jpg', 'ds_midia': ' ', 'ds_midia_credi': ' ', 'ds_midia_titlo': ' ', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '800', 'cd_midia_h': '368', 'align': 'Left'}

20CORRIGIR | Compartilhar