UNICAM se reúne com DETRAN-CE sobre AETs e BR 222

A União Nacional dos Caminhoneiros – UNICAM esteve reunida com o DETRAN-CE no dia 23 de agosto  para tratar sobre a resolução nº 70/08 que restringe a circulação dos transportadores através da emissão das autorizações especiais de transito – AET, para o tráfego de veículos de cargas.

China no Ceará

UNICAM apresenta problemas da categoria no estado do Ceará

Segundo o Diretor do DETRAN do Estado do Ceará, Igor Vasconcelos Campos, esta medida é para que haja o conservação das rodovias estaduais sendo também que não há cobrança financeira para sua emissão.

O motorista profissional deve entrar no site http://portal.detran.ce.gov.br/index.php/transporte e preencher os formulários para sua emissão da AET. Porém, a UNICAM justifica que cumprir essa exigência se torna muito difícil, devida à dificuldade da categoria em ter habilidade com meios cibernéticos e não ter equipamentos via web à disposição sempre que necessário.

unicam no ceará

Unicam se reúne com Detran-CE

“Dessa maneira, cumprir mais essa burocracia se torna em mais uma perda de tempo preciosa na emissão dessas autorizações”, explica o presidente da UNICAM, José Araújo (China).

China informou ainda que o DENATRAN que suprimiu essa mesma autorização em alguns outros casos, e estados..

Uma situação problemática que, por causa das AETs, vem sendo enfrentada pelos caminhoneiros, diz respeito à CE- 422, que é de apenas 20km e a única via de acesso ao Porto de Pecém, obrigando a retirada da licença de 6 em 6 meses, ou seja, deixando a vida do transportador bem mais complicada.

BR 222

China tocou ainda na questão da duplicação da rodovia federal BR-222, que está parada, onde há alguns trechos já concluídos e outros não, o que causa vários congestionamentos e a perda de agendamentos de descarga no porto de Pecém, por parte dos caminhoneiros. O Diretor do DETRAN-CE, afirmou que vai estudar a questão.

A falta de infraestrutura (condições sanitárias e de conforto): insuficiências sanitárias, gabinetes sanitários, de chuveiros (apenas um banheiro químico), falta de locais de alimentação, mesas e assentos, fontes de água potável do pátio de carga e descarga do porto de Pecém, como rege a portaria do Ministério do Trabalho nº 944 de 8 de julho de 2015, também foi apresentada na reunião.

Na foto, único banheiro químico utilizado pelos caminhoneiros

Na foto, único banheiro químico utilizado pelos caminhoneiros

Segundo o presidente do SINDICONCE, Eugênio Soares, há alguns dias o porto foi multado devido ao problema. E que auditor público fará visita aos responsáveis do Porto de Pecém para verificar se o estacionamento do porto é o único próximo para parada e descanso de carga e descarga.

A UNICAM vai continuar acompanhando as medidas que serão tomadas sobre esses assuntos, e caso seja necessário, irá se manifestar posteriormente.