• Home »
  • Notícias »
  • Após seguidos aumentos nos combustíveis, Bolsonaro troca comando da Petrobras

Após seguidos aumentos nos combustíveis, Bolsonaro troca comando da Petrobras

O Presidente da República, Jair Bolsonaro, anunciou na sexta-feira a troca do presidente da Petrobras. Roberto Castello Branco é o atual presidente da estatal desde o início do mandato de Bolsonaro, e seu mandato se encerra em 20 de março.

Para o lugar de Castello Branco, o presidente indicou Joaquim Silva e Luna, que irá assumiu os cargos de conselheiro e presidente da Petrobras.

Após o anúncio, as ações da Petrobras tiveram forte queda na Ibovespa.

O atual presidente da Petrobras disse em janeiro que a “questão dos caminhoneiros não é um problema da companhia”. Isso desagradou o presidente e também os caminhoneiros, que chegaram a marcar uma greve para o início do mês, que acabou não se concretizando.

O novo presidente da Petrobras é General do Exército da Reserva e foi Ministro da Defesa na gestão de Michel Temer. Ele será o primeiro presidente militar da estatal desde o fim do Governo Militar, na década de 1980.

Petrobras divulga nota

Pouco depois do anúncio do Presidente Jair Bolsonaro, a Petrobras publicou uma nota em que informa que recebeu o ofício para troca da presidência, mas afirmou que o mandato de Castello Branco só será encerrado em 20 de março de 2021.

Veja a nota na íntegra abaixo:

A Petrobras informa que recebeu ofício do Ministério das Minas e Energia, solicitando providências a fim de convocar Assembleia Geral Extraordinária, com o objetivo de promover a substituição e eleição de membro do Conselho de Administração, e indicando Joaquim Silva e Luna, em substituição a Roberto da Cunha Castello Branco.

Ademais, a União propõe, em função da última Assembleia Geral Ordinária ter adotado o voto múltiplo, que todos os membros do Conselho de Administração sejam, imediatamente, reconduzidos na própria Assembleia Geral Extraordinária, para cumprimento do restante dos respectivos mandatos.
O ofício solicita ainda que Joaquim Silva e Luna seja, posteriormente, avaliado pelo Conselho de Administração da Petrobras para o cargo de Presidente.

A Petrobras esclarece que o presidente Roberto Castello Branco e demais Diretores Executivos da empresa tem mandato vigente até o dia 20 de março de 2021.

A Petrobras informa que novos fatos relevantes serão oportunamente divulgados ao mercado.

Semana que vem tem mais

Após anunciar a troca do comando da Petrobras, o presidente disse que precisa trocar as peças que não estejam dando certo, e afirmou que nesta semana haverão mais mudanças no governo. O anúncio foi feito no sábado, em Campinas-SP, durante cerimônia de entrada de novos alunos da escola preparatória de cadetes do Exército.

De acordo com o presidente, a troca não será de um “bagrinho”, mas sim de um “tubarão”, que indica a troca de alguém do alto escalão do governo.

Bolsonaro ainda afirmou que “pior que uma decisão mal tomada é uma indecisão”.

Sem interferência

Fábio Faria, Ministro das Comunicações do Governo, disse pelo Twitter que, apesar da mudança, o presidente não vai interferir em nada, e que é tem o direito de escolher seu time e nomear quem acha melhor para os cargos.

“Temos um governo sem corrupção, com grandes quadros. Infelizmente só são reconhecidos quando saem do governo”, disse o ministro.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro