• Home »
  • Política »
  • Comissões da Câmara aprovam convocação de um ministro e convite a outros cinco

Comissões da Câmara aprovam convocação de um ministro e convite a outros cinco

Ministro de Minas e Energia Bento Albuquerque foi convocado para explicar política de preços de óleo diesel com criação do Cartão Caminhoneiro. Convocação obriga ao comparecimento.

A Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (3) a convocação do ministro de Minas e Energia Bento Albuquerque. Outras quatro comissões aprovaram convites a mais cinco ministros (leia mais abaixo).

Por se tratar de uma convocação, Albuquerque é obrigado a comparecer à comissão na Câmara. Ainda não há data definida para a audiência.

Os deputados querem do ministro esclarecimentos sobre a política de preços de óleo diesel e da criação do Cartão Caminhoneiro.

O governo implementou o Cartão Caminhoneiro em maio deste ano, na tentativa de estabilizar, pelo menos a cada 30 dias, o preço do diesel.

A assessoria do ministro informou que a pasta ainda não recebeu a convocação oficial, “mas vai atender, como sempre faz”.

Convites a outros ministros

Outras comissões aprovaram convites a cinco ministros: Tereza Cristina (Agricultura); Luiz Henrique Mandetta (Saúde); Augusto Heleno (Segurança Institucional); Fernando Azevedo (Defesa); e Abraham Weintraub (Educação). Nenhum dos convites aprovados pelas comissões tem data definida para a audiência.

  • Agricultura e Saúde – A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Tereza Cristina e o ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta serão convidados para falar na Comissão de Defesa do Consumidor sobre a liberação de 42 novos agrotóxicos neste ano.
  • Segurança Institucional e Defesa – A Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional da Câmara dos Deputados aprovou o convite dos ministros Augusto Heleno, do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), e Fernando Azevedo e Silva, da Defesa. Ambos devem prestar esclarecimentos sobre a apreensão de 39 quilos de cocaína em um avião presidencial da Força Aérea Brasileira (FAB), na semana passada. Os dois ministros também serão convidados para comparecer à Comissão de Direitos Humanos e Minorias para falar sobre o mesmo assunto.
  • Educação – O ministro da Educação Abraham Weintraub será convidado pela Comissão de Trabalho, de Administração e de Serviço Público para explicar mensagem que publicou em redes sociais no último dia 27, criticando governos anteriores em relação à apreensão de cocaína no avião da FAB. Parlamentares argumentam que a publicação feriu o Código de Ética Profissional do Servidor Público Civil do Poder Executivo Federal.