• Home »
  • Política »
  • Deputado Lucas Gonzalez protocola projeto de lei que contempla mudanças no exame toxicológico

Deputado Lucas Gonzalez protocola projeto de lei que contempla mudanças no exame toxicológico

Na manhã de sexta-feira (31/5), o Palácio dos Transportes foi palco de um rico debate promovido pelo SINDIPESA e pelo SETCESP, com o apoio da NTC&Logística e FETCESP, com o Deputado Federal Lucas Gonzalez – www.lucasgonzalez.com.br. O tema central do evento, que reuniu empresários, executivos e autoridades do TRC, foram os principais desafios na área logística e de infraestrutura na movimentação de cargas.


 
Adauto Bentivegna Filho, assessor executivo do SETCESP, conduziu os trabalhos e chamou os representantes das entidades para compor a mesa, junto com o convidado do dia, deputado Lucas Gonzalez: Tayguara Helou, presidente do SETCESP, Júlio Simões, presidente do SINDIPESA, Francisco Pelucio, diretor financeiro da NTC&Logística, representando o presidente, José Hélio Fernandes, e Manoel de Souza Lima Jr., conselheiro da FETCESP, representando o presidente, Carlos Panzan.


Tayguara iniciou sua fala parabenizando Lucas pela sua trajetória no setor de transporte e pela mais recente conquista do cargo público. “Lucas é um colega transportador que pode encaminhar nossas matérias na Câmara dos Deputados. Precisamos fazer nossa parte e procurá-lo para tentar resolver os problemas”. Em seguida, o presidente do SETCESP pontuou algumas bandeiras importantes, como é o caso do tacógrafo digital, projeto para modernizar a forma com que se monitora a atividade de transporte.


Outro problema apontado por ele foi a não indicação do condutor em determinadas multas para preservar o motorista e a empresa. A sugestão é separar as ocorrências por categoria e não pontuar quando for algo não relacionado à segurança viária. As diversas licenças para transporte de produtos perigosos também foram mencionadas por Tayguara como algo penoso para o segmento.

“Recentemente saiu a determinação da ANTT acabando com o adesivo do RNTRC. Isso foi uma grande conquista, mas ainda temos as TAGs. O ideal é fazer a leitura por OCR e, se houver problema de compatibilidade de dados, parar o veículo e verificar. Não dá para fazer legislação pela exceção”, lembrou.


 
Júlio Simões agradeceu a disponibilidade do deputado em participar do evento e fez questão de ressaltar que a ideia partiu dele. “Foi o Lucas que se prontificou a vir aqui e se colocar à disposição das entidades e das empresas”. Aproveitou para mencionar alguns gargalos do segmento de cargas pesadas e excepcionais, que são o transporte de obras de arte, o relacionamento com as concessionárias e a estrutura viária.


 
Após ouvir atentamente todas as colocações, o deputado Lucas Gonzalez fez seus comentários e compartilhou com todos um pouco sobre sua trajetória pessoal e profissional. “Trabalhei por 11 anos na empresa da família, com foco em carga pesada, e conheço bem as mazelas desse setor. Estou aqui para promover uma aproximação e, assim, viabilizar de fato uma mudança”, afirmou Lucas.


De acordo com o deputado, o momento é de vencer três principais desafios: adaptação à nova rotina em Brasília, definição de pautas e manter seus propósitos e valores. “A participação de vocês é fundamental para a construção dessas pautas. A sociedade civil tem grande influência no resultado da política e isso tem que ser aproveitado”.


 
Outro ponto colocado por Tayguara foi a necessidade de se alterar as regras do exame toxicológico, que hoje é exigido também no momento da contratação e da demissão do colaborador. “Isso não faz o menor sentido e não cumpre com o objetivo de acabar com o consumo de drogas entre os motoristas”, lembrou Tayguara.


Nesta hora, o deputado surpreendeu a todos e comunicou que no dia anterior (quinta-feira, 30 de maio) protocolou na Câmara dos Deputados um projeto de Lei que exclui a obrigatoriedade do exame toxicológico na admissão e demissão, mantendo somente para a renovação da CHN e nos programas de combate ao uso de álcool e drogas.


 
Participaram do evento Ana Carolina Jarrouge, Coordenadora Nacional da COMJOVEM, Daniel Simas, Coordenador da COMJOVEM de Belo Horizonte, Antônio Neto, Coordenador da COMJOVEM de São Paulo, Antonio Luiz Leite, Vice-Presidente do SETCESP, Dasio de Souza e Silva Jr. Vice-Presidente Executivo do SINDIPESA, Marcelo Rodrigues, Vice-Presidente do SETCESP, Marinaldo Reis, Secretário Geral, Celso Masson, Diretor de Especialidade de Máquinas e Equipamentos do SETCESP.