• Home »
  • Notícias »
  • Governo de SP quer lançar consultas públicas de 2 lotes de rodovias no 1º tri

Governo de SP quer lançar consultas públicas de 2 lotes de rodovias no 1º tri

IstoÉ Dinheiro

O governo do Estado de São Paulo pretende lançar, ainda no primeiro trimestre, as consultas públicas para a concessão do Trecho Norte do Rodoanel Mario Covas e de um lote de rodovias no Litoral Paulista, de acordo com a responsável pela Unidade de Parcerias Público-Privadas (PPPs) do governo do Estado, Isadora Cohen.

“No mais tardar, queremos lançar os novos editais ainda no primeiro semestre”, disse Cohen, em conversa com o Broadcast, serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado, durante participação em evento promovido pela Câmara Espanhola de Comércio do Brasil, em São Paulo.

Ao todo, o governo de São Paulo pretende conceder à iniciativa privada quatro lotes rodoviários, sendo que dois deles já tiveram seus editais publicados.

O primeiro lote, conhecido como “Rodovias do Centro Oeste Paulista”, tem 570 quilômetros de extensão e atravessa os municípios de Araraquara, Barretos, Bauru, Franca, Marília e Ribeirão Preto, entre outros. O investimento estimado no trecho ao longo de 30 anos de concessão é de R$ 3,9 bilhões. A abertura das propostas ocorrerá em 22 de fevereiro.

O segundo trecho, chamado de “Rodovia dos Calçados”, engloba 720 quilômetros de estradas e conecta as cidades de Itaporanga e Franca. A proposta de concessão do lote prevê investimentos de cerca de R$ 5 bilhões ao longo de 30 anos, com a abertura das propostas prevista para 25 de abril.

Habitação

Em relação ao segundo lote da PPP da Habitação, Cohen afirmou que a modelagem final do projeto foi submetida ao Conselho Gestor de Parcerias Público-Privadas em 6 de dezembro, e que, desde então, estão sendo feitas as adequações finais nos estudos.

“A intenção é que, saindo o parecer da procuradoria geral, o edital seja publicado em sequência”, disse. “Isso deve acontecer nos próximos meses, estimamos que até fevereiro, no máximo”.

O empreendimento foi batizado de PPP Nova Cidade e fica no terreno conhecido como Fazenda Albor, na divisa entre Guarulhos, Arujá e Itaquaquecetuba, municípios da Grande São Paulo. O local abrigará 13,1 mil moradias, além de contar com áreas destinadas a comércio, serviços e indústrias leves.