• Home »
  • Pedágios »
  • Ministro da Infraestrutura propõe que 100% da outorga dos novos pedágios fique no Paraná

Ministro da Infraestrutura propõe que 100% da outorga dos novos pedágios fique no Paraná

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, propôs hoje, em reunião com a bancada federal do Paraná, que 100% do valor da outorga a ser cobrada pelas futuras concessões de pedágio seja reinvestida nas rodovias do Estado. Até então, a previsão era de que 50% dos recursos da outorga ficassem no Estado, e o restante fosse para os cofres do governo federal. A proposta foi feita no mesmo dia em que a Agência Nacional dos Transportes Terrestres (ANTT) iniciou as audiências públicas sobre as novas concessões. A intenção do ministro é tentar convencer as lideranças políticas do Paraná a aceitar o modelo híbrido de concessão, com leilão por menor tarifa e desconto limitado, e cobrança de taxa de outorga paga pelas empresas como critério de desempate. Deputados estaduais e lideranças empresariais, além de entidades da sociedade civil do Paraná têm defendido o leilão exclusivamente por menor tarifa.