Secretário de Infraestrutura do MA fala sobre recuperação de rodovias

G1 e TV Mirante

O G1 e a TV Mirante mostraram nos últimos dias a situação enfrentada por motoristas nas rodovias estaduais que ligam os quatro municípios da Região Metropolitana de São Luís (MA) e ocaos no único acesso por terra à capital maranhense, a BR-135. No fim de semana, a MA-201 ficou completamente alagada após as fortes chuvas. A via interliga São Luís à cidade balneária de São José de Ribamar, na Região Metropolitana. Também no fim de semana, o G1 mostrou que as fortes chuvas e a falta de conservação trazem à tona velhos problemas de infraestrutura na MA-202, conhecida como ‘Estrada da Maioba’, em Paço do Lumiar, onde os buracos tomam conta de grande parte da via. Nesta quarta-feira (6), o secretário de Estado da Infraestrutura do Maranhão, Clayton Noleto, em entrevista ao Bom Dia Mirante, falou sobre a recuperação das rodovias.

Rodovia Estadual MA-202 está tomada por buracos - Foto: Alessandra Rodrigues- Mirante Am

Rodovia Estadual MA-202 está tomada por buracos – Foto: Alessandra Rodrigues- Mirante Am

Noleto reafirmou o compromisso do governo estadual com as parcerias com prefeitura no que se refere ao asfaltamento de ruas e avenidas, mesmo quando não é de competencia estadual. “A responsabilidade de asfaltamento de ruas e avenidas nos municípios fundamentalmente é das prefeituras. No entanto, o governador Flávio Dino tem uma sensibilidade muito grande, claro, com a necessidade de que o Estado ajude os municípios a enfrentar esses problemas. Por essa razão, nós já fizemos ou estamos fazendo mais de 700 km de asfaltamento de ruas e avenidas nos municípios e pretendemos dar continuidade”, assegurou o secretário.

No mesmo sentido, o secretário garantiu que já estão em andamento as obras de restauração da MA-014. Já na MA-006, entre Grajaú (MA) e Formosa da Serra Negra (MA), o governo está finalizando um investimento de R$ 5 milhão, segundo o secretário. Já para as rodovias estaduais da Região Metropolitana, a Sinfra possui um plano de trabalho, que inclui soluções emergencias (operações tapa-buracos), a desobstrução do canal do rio Paciência e analisa um projeto de R$ 30 milhões de recuperação das MAs 201, 202, 203 e 204. “Nós temos ali uma situação de asfalto muito velho, problemas acumulados ao longo de décadas. O trânsito é muito intenso, vem o período de chuvas, e realmente geram transtornos” diz.

BR-135
Sobre a BR-135, representantes da Sinfra se reuniram na última segunda-feira (4) com a direção nacional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit). Para esta quarta-feira, o Dnit se comprometeu a entregar o plano de trabalho efetivo para a rodovia federal e deve aumentar de quatro para oito o número de equipes que trabalham na recuperação da via.

No último dia 30, o Dnit deu início aos trabalhos de recuperação da BR-135, em São Luís. Na madrugada sábado (26), a bailarina Ana Duarte, de 51 anos, foi morta a tiros durante um assalto na rodovia, depois de ter sido obrigada a reduzir a velocidade por causa dos buracos na pista. O caso ganhou destaque no Jornal Nacional.

E também com as chuvas, uma erosão às margens da BR-135 criou uma cratera no Km 2 da rodovia federal. Parte da pista desabou com o buraco de aproximadamente dois metros de profundidade.

A restauração da via será feita em duas etapas: uma do Km 0 até o Km 69, localizado na cidade de Santa Rita (MA); o outro do Km 69 até o Km 199, em Caxuxa (MA).