• Home »
  • Rodovias »
  • Fim de semana registra 138 motoristas multados por embriaguez ao volante em rodovias de SC

Fim de semana registra 138 motoristas multados por embriaguez ao volante em rodovias de SC

Número corresponde a autuações em BRs e SCs desde sexta-feira. SC é o Estado que mais registrou condutores bêbados nos últimos dois anos no país

Pelo menos 138 motoristas foram multados por dirigir embriagados em rodovias federais e estaduais neste fim de semana, entre sexta-feira e a noite deste domingo.

O maior número foi registrado nas rodovias federais, pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). Somente no sábado, o relatório da corporação apontava que foram feitas 108 autuações e três prisões de motoristas flagrados dirigindo sob efeito de álcool.

Foi justamente nas rodovias federais em que os dois últimos fins de semana tiveram recordes de motoristas flagrados em estado de embriaguez ao volante. Entre os dias 23 e 25 de agosto, os policiais abordaram 371 motoristas sob efeito de álcool. O número superou o registro de uma semana antes, quando 325 condutores foram multados por dirigirem embriagados.Leia mais TRÂNSITO Santa Catarina tem o maior número de flagrantes de embriaguez ao volante do Brasil LEI SECA Motoristas de Florianópolis estão entre os que mais admitem que bebem e dirigem

Mas houve registros de motoristas embriagados também em rodovias estaduais. De sexta-feira a domingo, segundo números passados pelo comando da Polícia Militar Rodoviária (PMRv), foram 18 autuações de condutores sob efeito de álcool nas SCs de todo o Estado. Nove deles foram presos.

No fim de semana, reportagem do Diário Catarinense mostrou que Santa Catarina ocupa atualmente o posto de Estado brasileiro que mais registrou motoristas bêbados em rodovias federais nos últimos dois anos, superando regiões muito maiores e mais populosas, como São Paulo e Minas Gerais. O número atual de 2019 em SC já é o dobro do registrado no Paraná, por exemplo. Além disso, os mais de 5 mil flagrantes em 2018 representam o maior dado já registrado pela PRF no Brasil inteiro desde o início da Lei Seca, em 2008.

Para lideranças das polícias rodoviárias, o número mostra que a fiscalização no Estado ocorre de forma mais frequente. A BR-101 foi a rodovia que mais teve casos de embriaguez ao volante em 2018, com 2.671 episódios, seguida pela BR-470 (884).

Em rodovias federais e estaduais, já foram 6.044 casos registrados durante operações ligadas à Lei Seca.

O comandante da Polícia Militar Rodoviária (PMRv), tenente-coronel Evaldo Hoffmann, explica que embora alguns motoristas aleguem não querer fazer o teste do bafômetro sob o preceito constitucional de “não produzir prova contra si mesmo”, no âmbito das medidas administrativas, ocorre o que é chamado de inversão do ônus da prova. Isso significa que é o condutor que precisa fazer o teste para provar que não está sob efeito de álcool.

Dessa forma, ainda que não faça o teste, o condutor fica sujeito à multa de R$ 2,9 mil, à retenção da CNH e ao processo de suspensão do direito de dirigir e o carro só pode ser retirado do local da abordagem quando algum condutor habilitado e que faça o teste do etilômetro se apresente no local. Na visão do comandante, isso é positivo porque garante sanção aos condutores que dirigem sob efeito de álcool, independentemente de aceitarem ou não se submeterem ao teste do bafômetro.

Guarda Municipal registra 24 casos em quatro dias

Ainda neste domingo a Guarda Municipal de Florianópolis (GMF) divulgou os números das blitze da Operação Lei Seca feitas entre a segunda-feira e a sexta da última semana. Foram 568 motoristas abordados e 24 multados por embriaguez ao volante nesses quatro dias. Os números das ações no sábado e domingo ainda não haviam sido divulgados.

Os 24 infratores flagrados pela GMF foram multados em R$ 2.934,70, tiveram a CNH recolhida e responderão a processo de suspensão do direito de dirigir por um ano. Um dos motoristas chegou ser conduzido à delegacia de Polícia Civil porque o resultado do teste do etilômetro superou 0,33 mg/L.

As operações envolveram 42 guardas e ocorreram nas avenidas Gustavo Richard e Paulo Fontes, no Centro e nos bairros Abraão, Santa Mônica e Capoeiras.