Número de mortes em estradas federais de SP quase triplica no fim do ano

O número de mortes nas estradas federais que cortam São Paulo quase triplicou no fim do ano passado. Segundo o SPTV, entre 23 de dezembro e 1º de janeiro, foram 11 pessoas mortas, contra quatro no mesmo período de 2015.

Ao todo, no mesmo período, foram registrados 172 acidentes nas estradas federais paulistas, com 175 feridos. O acidente mais grave foi na madrugada de sexta-feira (30), quando um ônibus e um caminhão colidiram na Via Dutra, em Jacareí, no interior. O motorista do coletivo morreu e 20 pessoas ficaram feridas na batida.

Ônibus bateu em carreta na Via Dutra (Foto: Edgar Rocha/TV Vanguarda)

Ônibus bateu em carreta na Via Dutra (Foto: Edgar Rocha/TV Vanguarda)

Das rodovias federais, só na Fernão Dias não foram registrados acidentes com mortes. Mesmo assim, o perigo e a imprudência viajaram com os motoristas.

O SPTV flagrou pedestres caminhando entre as pistas, motoristas dirigindo pelo acostamento, dando ré e subindo na zebra só para não ir até o próximo retorno. No trecho onde a velocidade máxima era de 80 km/h um carro passou a 147 km/h.

Dos 5 mil motoristas que sopraram o bafômetro, 74 foram multados em R$ 2.934 por embriaguez ao volante. Destes, 13 acabaram presos.

Nas rodovias estaduais, a Polícia Rodoviária divulgou o número de acidentes e de vítimas do ano passado inteiro. Foram 1.760 mortos, um aumento de um por cento em relação ao ano anterior.

SPTV