Por hora, 30 motoristas excedem a velocidade nas rodovias

Diário da Região

No fim de semana de Ano-Novo, a cada uma hora 30 motoristas foram flagrados dirigindo acima da velocidade permitida nas rodovias da região. Foram 2.139 flagrantes feitos por radares nas vias estaduais e 90 na BR-153. Os dados são do balanço da Operação Réveillon das Polícias Rodoviárias Estadual e Federal e compreendem o período entre sexta-feira e domingo. Nem todos os casos, porém, vão se transformar em multa.

Segundo o tenente Maurício Noé Cavalari, da PRE, os casos são primeiros analisados administrativamente. Na sexta-feira, dia 30, um Vectra foi flagrado por radar móvel da PRF a 147 km/h em trecho da BR-153, perto de Bady Bassitt, onde o limite máximo de velocidade é 80 km/h. O número de motoristas autuados dirigindo de forma irregular nas rodovias estaduais durante os três dias subiu 18% em relação ao que foi registrado uma semana antes, durante o período do Natal.

As autuações saltaram de 599 para 708. O maior aumento foi referente às multas por ultrapassagem irregular, que mais do que dobraram, saltando de 32 para 86. Na BR-153 foram 16 multas pela infração. Foram fiscalizados 1,5 mil km de pistas estaduais e 136 km da BR-153. Segundo o tenente Cavalari, houve aumento de fluxo de veículos e de fiscalização nas pistas no Ano Novo. Ainda na Operação Ano-Novo, foram realizados 361 testes de bafômetro e constatados 30 casos de embriaguez, somando as rodovias estaduais e federal.

Cada um dos motoristas será punido com R$ 2.935,70 de multa, suspensão da CNH e, por consequência, ficara 12 meses impedido de dirigir. “Em um dos casos, o motorista que tinha sinais de embriaguez se recusou a ser submetido ao teste de etilômetro e, pela nova legislação, que está em vigor desde novembro, ele também será punido”, diz Cavalari. O maior número de autuações nas rodovias estaduais foi por falta do uso de cinto de segurança: 284. Na BR-153, 11 motoristas levaram multa por esse motivo.

Uma morte nas estradas

Tainara Carolina de Souza - 03012017

Tainara Carolina de Souza, 21 anos, morreu no sábado, 31, após bater em uma árvore

Segundo o balanço das duas polícias, foram 25 acidentes entre a sexta-feira, 30 e o domingo, 1º. Entre eles, 15 tiveram vítimas e dez, não. Uma morte foi registrada. A vítima é a estudante Tainara Carolina de Souza, de 21 anos, de Rio Preto, que morreu na noite de sábado, na rodovia Délcio Custódio da Silva, entre Ipiguá e Mirassolândia.

De acordo com informações da Polícia Rodoviária Estadual de Rio Preto, ela estava sozinha em um Fiat/Uno quando perdeu o controle da direção e chocou-se lateralmente contra uma árvore. Ela era moradora de Rio Preto e retornava da casa dos avós para passar a festa da virada do ano na casa de amigos. A perícia examinou o local e as causas do acidente serão apuradas.