• Home »
  • Destaque »
  • UNICAM participa de Painel Infraestrutura de Transportes e Logística: desafios e perspectivas

UNICAM participa de Painel Infraestrutura de Transportes e Logística: desafios e perspectivas

O presidente da Unicam participou do painel executado pelo Instituto Legislativo Brasileiro (ILB) que reuniu, nesta terça-feira dia 4 de outubro, autoridades brasileiras da área de infraestrutura e logística para discutir os desafios e perspectivas dos principais gargalos para o desenvolvimento do país.

IMG-20161004-WA0057

Ministro Gilmar Mendes em seu discurso (Fotos: Divulgação Unicam)

Participaram da abertura o Ministro Maurício Quintella, dos Transportes, Portos e Aviação Civil; o presidente do Tribunal Superior Eleitoral  – TSF, Ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes; o secretário-executivo do Programa de Parcerias de Investimentos – PPI, Moreira Franco; o Diretor-Geral da Agência Nacional de Transportes Aquaviários – Antaq, Adalberto Torkarski e o Senador Wellington Fagundes, que preside a Frente Parlamentar de Logística de Transportes e Armazenagem – FRENLOG e que além disso é o idealizador do painel.

O Ministro dos Transportes, Portos, Aviação Civil, Maurício Quintella destacou em seu pronunciamento que apesar deste cenário complexo, o ministério está empenhado em trabalhar a logística brasileira com eficácia e competitividade. “A estratégia de investimento em infraestrutura é provavelmente o principal instrumento para a superação da recessão e geração do impulso que precisamos para proporcionar condições de crescimento ao país”, afirmou.

IMG-20161004-WA0056

Diretor Geral da Antaq, Adalberto Tokarski, com China ao centro e Luiz Antº Garcia, Diretor do DNIT

Segundo o ministro, o novo Programa de Parcerias e Investimentos (PPI), liderado pelo próprio presidente da República, Michel Temer, traz uma nova forma de parceria público-privada que tem como objetivo potencializar os esforços das instituições e minimizar os entraves burocráticos que envolvem os processos de concessão. “Para destravar o nosso sistema de distribuição logística, a partir dos modais que a infraestrutura agrega, estamos dispostos a trabalhar intensamente, dialogando com as demais esferas governamentais – estados e municípios –, para traçar as melhores estratégias que possam contribuir com o desenvolvimento das regiões e do Brasil como um todo”, destacou.

IMG-20161004-WA0059

Ministro dos Transportes, Maurício Quintella, ao lado de China

O Senador Wellington entregou ao Presidente Renan Calheiros projeto elaborado pela Comissão de Infraestrutura sobre plano nacional de logística e transportes e em conjunto assinaram acordo de cooperação entre as partes a fim de manter o comprometimento nos avanços de desenvolvimento da infraestrutura. Declarou Renan: “Quero reforçar a convicção de que, com muito trabalho e muito diálogo, a PPI tem tudo para dar certo, já que é uma bem fundada ação legislativa, coordenada e pactuada entre Presidência da República, Câmara dos Deputados e Senado Federal.” Finalizou: “Aqui vamos tratar mais uma vez profundamente sobre essa temática, com a expectativa de extrair ideias e ações objetivas para concretização deste, que é o objetivo de todos nós: tornar o Brasil melhor e mais competitivo, rico e próspero em favor de sua gente.”

O presidente do Senado, Renan Calheiros, informou que as pautas econômicas terão prioridade nos próximos dias e afirmou que os senadores vão trabalhar em questões que ajudem a devolver a competitividade da economia e melhorar o ambiente de negócios.

— O Brasil precisa muito disso porque, ao final, é o que vai devolver a confiança aos agentes econômicos — avaliou.

Em seguida sucedeu-se o debate sobre o sistema de dragagem dos portos brasileiros e a segurança dos acessos aquaviários com a mediação de Mário Povia, da ANTAQ, participaram: Gustavo Martins (Conselho Nacional de Praticagem), Juarez Moraes e Silva (Associação Brasileira de Terminais de Contêineres de Uso Público), Sérgio Aquino (Federação Nacional dos Operadores Portuários) e Paulo Roberto Villa (Associação de Usuários dos Portos da Bahia).

José Araújo “China”, presidente da UNICAM, manifesta que está confiante e declara apoio em contribuir no desenvolvimento e cumprimento do projeto e que acompanhará de perto todos os seus progressos e avanços.